quarta-feira, 1 de abril de 2015

A importância do grid no design gráfico

Por Rodrigo Rodrigues



O grid é parte fundamental da diagramação e, por consequência, do design gráfico como um todo. Mas afinal do que se trata o grid? Basicamente, ele é uma disposição de linhas, guias, colunas e margens dentro do software de produção gráfica, que visa ajudar o designer/diagramador a organizar e hierarquizar o conteúdo para orientar a visão do leitor. Nesse post você descobre um pouco mais sobre os diferentes tipos de grid e suas aplicações mais utilizadas.

O grid possui alguns elementos base; abaixo você descobre mais sobre cada um deles:

Margens - São os espaços entre as bordas e as áreas que serão usadas para a diagramação efetivamente.

Guias horizontais - São linhas que visam demarcar o espaço ocupado pelas colunas, margens e módulos, ajudando no alinhamento e estrutura dos elementos da produção e também orientando a leitura.

Colunas - São espaços verticais que delimitam o espaço que o conteúdo ocupará, seja em uma ou mais colunas. Elas podem ser simétricas ou assimétricas.

Módulos - São “quadrados” formados pela junção da coluna com a guia horizontal que demarcam o espaço que será ocupado por imagens, ilustrações e textos.

Marcadores - Ficam na parte externa da peça gráfica, na margem. Têm a função de indicar textos secundários ou informações constantes, como cabeçalhos, rodapés ou páginas de um livro.

Dependendo do tipo de grid que se usa, o tamanho e disposição desses elementos pode variar. Entre as principais opções de grid, destacam-se o retangular, de colunas, modular e hierárquico. Também vamos explicar um pouco sobre cada um desses tipos logo abaixo.

Retangular - É a forma mais simples de diagramação através do grid. Ele possui apenas uma coluna ocupando todo o espaço usado da folha, e é aplicado em livros e textos científicos. Sua utilização é cada vez menos escolhida já que esse grid causa um grande cansaço no leitor.

De Colunas - Ele é um dos grids mais utilizados por ser mais flexível do que o retangular e possibilitar o arranjo de vários conteúdos, como textos e imagens, espalhados pela página.

Modular - É uma variação do grid de coluna, sendo caracterizado por ter muitas guias horizontais, criando módulos. Ele é mais utilizado para diagramar informações tabulares, gráficos, formulários e diagramas. O grid modular tem como principais vantagens a sua simplicidade, layout intuitivo e a unificação de diversos tipos de conteúdo, como textos e fotos, em um só módulo.

Hierárquico - O grid hierárquico se diferencia pela sua maior flexibilidade - com colunas e entre colunas que variam de largura - e pela facilidade de, como o nome já diz, poder guiar o leitor pelas informações que o diagramador considera as mais importantes. Um exemplo de grid hierárquico é o utilizado nas páginas da Internet, que possuem conteúdo dinâmico, exigindo flexibilidade na largura e no comprimento.


Ter conhecimento sobre qual o melhor grid para o tipo de peça que se está produzindo é altamente influente na qualidade do produto final. Saber utilizar o grid como uma ferramenta de organização, disposição e hierarquização do conteúdo é um diferencial que traz mais qualidade, praticidade e agilidade para o trabalho de um designer.

Texto produzido com a colaboração da Acesso Shop - http://www.acessoshop.com.br/ 
Designed By Blogger Templates