sábado, 1 de fevereiro de 2014

Uma cidade inteira construída para salvar outra



A Nigéria, que vem sofrendo grandes mudanças na economia sofre também com as mudanças climáticas. O país que enfrenta muitos problemas com o aumento do nível do mar, ressacas e inundações devastadoras, tem agora sua segunda maior cidade - Lagos, ameaçada por esses problemas ambientais.

A solução? Construir uma cidade inteiramente nova, do tamanho de Manhattan, entre Lagos e o oceano. Segundo o artigo do Gizmodo Brasil - que você pode vê-lo na íntegra aqui - A Eko Atlantic é um projeto multibilionário que promete proteger contra a erosão marinha, “transformando terrenos perdidos para o mar em uma cidade costeira que será uma das maravilhas do século XXI”.

Ela também quer ser o catalisador econômico que elevará Lagos à categoria de uma megacidade global, tornando-se o “novo epicentro financeiro da África Ocidental até o ano 2020″.

O site oficial da Eko Atlantic promete uma comunidade onde se pode caminhar, com torres de escritórios, parques e restaurantes ao ar livre. Há uma marina que lembra Miami Vice. A “espetacular avenida central… semelhante em tamanho à Champs-Élysées em Paris, ou à Quinta Avenida em Nova York” vai cruzá-la no centro. Haverá habitação para 250 mil moradores, e emprego para mais de 150 mil.

O artigo fala ainda dá desigualdade do lugar e o investimento gigantesco para poucas, usando um termo como "apartheid climático", investidores estão usando a ameaça da mudança climática para construir basicamente um cidade fechada e financeiramente inacessível, um mundo onde os ricos e poderosos exploram a crise ecológica global para ampliar e consolidar as desigualdades já extremas e se isolar de seus impactos. Não deixe de conferir a matéria completa do Gizmodo.






Designed By Blogger Templates